Erros Comuns de Quem Estuda Inglês

Os Erros Comuns de Quem Estuda Inglês

Aprender inglês é difícil? Por que tanta gente desiste no meio do caminho? Por que aprender inglês parece ser um processo tão doloroso para algumas pessoas? Não que seja fácil estudar e aprender inglês, mas, se você prestar atenção e não cometer os erros abaixo, tenho certeza de que vai evitar problemas desnecessários e melhorar suas chances de sucesso no aprendizado da língua inglesa.

Dar um passo maior que a perna

Quem não admite para si mesmo que não está 100% a fim de aprender inglês e continua insistindo corre o risco de criar um trauma que pode prejudicar tentativas futuras de estudo da língua. Faça uma avaliação sincera e cuidadosa sobre suas reais condições de estudar inglês e todas as suas implicações, ou seja, investimento de tempo, esforço. Será que você tem uma carga de estudo ou trabalho muita intensa nesse momento? Não tem outras prioridades no momento? Está passando por alguma outra dificuldade que consome toda a sua energia?

Lembre-se de que aprender inglês não é para quem só precisa; é para quem precisa, quer muito e tem condições adequadas. Enfim, se a hora não é a mais adequada, reveja a sua programação! Às vezes, é melhor guardar as suas forças para outro momento do que tentar abraçar o mundo. Faça uma reflexão sincera e só entre nessa empreitada se realmente chegar à conclusão de que ela está dentro das suas possibilidades.

Pensar que apenas assistir as aulas vai ser suficiente

Os resultados não surgem, ou custam muito a surgir, se não houver a complementação do trabalho com atividades extras. Livros, revistas, filmes, documentários, séries de TV, programas de entrevista, noticiário, enfim, tudo aquilo que represente exposição à língua inglesa. Não se esqueça de que não importa o assunto, o essencial é que o tema seja algo do seu agrado.

Não definir uma meta

Trace um plano detalhado para saber quais são as suas necessidades. O conceito de sucesso é relativo, pois varia de acordo com o objetivo de cada um. Aquilo que para mim é uma meta alcançada, para outra pessoa, pode significar, por exemplo, apenas a metade do caminho. O meu “inglês fluente” pode não ser o mesmo que o seu.

Os objetivos de quem estuda inglês variam bastante. Tem gente que estuda para desenvolver a leitura de, por exemplo, textos técnicos e pode até dispensar a fluência oral. Outros precisam ter um conhecimento mais amplo porque estão buscando uma promoção em uma empresa e precisarão fazer apresentações, participar de reuniões e até negociar em inglês. Há pesquisadores, por exemplo, cujo foco é a excelente redação em inglês para publicação de trabalhos em revistas científicas internacionais, entre muitos outros exemplos. O que você já deve ter percebido é que não devemos colocar alunos com interesses tão diferentes no mesmo “pacote”.

Culpar o Professor, o Método, o Sol, a Lua, o Frio, o Calor, Vento…etc

Seja qual for o problema é preciso enfrentá-lo com determinação. Afinal de contas, quem não está aprendendo inglês é você! Aliás, não há nada de errado em recuar um pouco diante de um obstáculo, desde que você recobre as forças e volte ao ataque na primeira oportunidade! Não adianta ficar procurando desculpa nos outros. Tenha a coragem de admitir que talvez você não tenha se dedicado como deveria ou talvez tenha estabelecido uma meta muito ambiciosa para a sua disponibilidade de tempo, podem ter surgido imprevistos que fizeram com que você tivesse que reorganizar sua agenda etc.

Desistir quando não perceber sinais de evolução

Não é fácil aprender uma língua estrangeira. Embora a evolução possa estar de fato acontecendo, para quem aprende é muito difícil ter a noção desse progresso. É nessa hora que a maioria desiste dizendo coisas do tipo: “Não adianta, não consigo aprender inglês.”, “Inglês não é para mim!” etc.

O início do curso de inglês costuma ser bem animado. A empolgação dos primeiros dias, a vontade de aprender rápido, o incentivo da família ou do chefe etc., enfim, tudo favorece. Depois de algumas semanas, você, aos poucos, vai perdendo o entusiasmo. Inconscientemente, você se pergunta: “Por que está tão difícil aprender inglês?”.

Aprender inglês não é como fazer compras no shopping, aprender língua estrangeira vai exigir esforço, dedicação e muita força de vontade.

Aqui os melhores cursos de inglês da internet para que você possa escolher qual está mais de acordo com você.Melhores cursos de inglês

O inglês está entre os idiomas mais falados no mundo e tem se tornado um requisito obrigatório para conseguir uma boa colocação no mercado de trabalho. O quanto antes você começar a desenvolver essa habilidade, melhor! Estes são sem dúvida os os Melhores Cursos de Inglês da internet.

Inglês do Jerry – Clique aqui e faça parte agora mesmo, aprenda o idioma inglês para você se comunicar, ler, trabalhar e viajar. Melhor Curso De Inglês Básico pela internet.                   3 Aulas grátis!Inglês do Jerry

Inglês do Jerry    Inglês do Jerry    Inglês do Jerry   Inglês do Jerry

Aprenda a falar Inglês Fluente e Rápido Sozinho em 40 aulas ou menos, através de um método que foi cientificamente comprovado por professores de Harvard, usando Filmes de Hollywood e Músicas em Inglês – Acesse e saiba mais AQUI.Máquina de falar inglês curso ingles online 5

Estudando cerca de 1 hora e 30 por aula, onde e quando você quiser, com um portal de ensino pronto para você aprender inglês seguindo exatamente as recomendações de cada aula.

ENSINO À DISTÂNCIA

A presença de um idioma estrangeiro no currículo aumenta as chances de se conseguir um emprego ou se destacar no local de trabalho.

2 comments

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alteração )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alteração )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alteração )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alteração )

Conectando a %s